sexta-feira, 24 de outubro de 2008

Dúvida existencial

Até que ponto é que uma coisa completamente errada mas que sabe e faz tão bem está completamente errada?

4 comentários:

Buttafly disse...

Até que ponto uma coisa certa e quase-perfeita tem mesmo de ser a coisa certa se não a sentirmos como tal? Não será muuuito melhor termos uma coisa errada que nos saiba a certa?

;)

Ps - understand?

Jo disse...

Acho que sim...
Vamos ver até onde me levam estes erros que sabem a certo(será que sao?)
Começo a achar que o que sabe a certo deve estar mesmo certo e não vale a pena complicar mais as coisas. Se não o sentimos como certo, é mesmo muuuuuito melhor procurar o errado-mas-perfeito.
Understand?
Beijinhos

Ianita disse...

Vai a uma Igreja qualquer e haverá meia dúzia de beatas a explicar-te em como o que dá prazer é um embuste do demónio para te comprar a alma! :)

O que faz bem à alma e sabe bem ao corpo não pode estar completamente errado. Digo eu! À confiança!

Kiss :)

Jo disse...

Ianita, começo a concordar...
Obrigada e volta sempre;)
Bjinho